Início / Artigos / Resenha: Amar Como Jesus Ama | Por Gabriel Carvalho

Resenha: Amar Como Jesus Ama | Por Gabriel Carvalho

Você certamente já ouviu um sermão sobre 1 Coríntios 13 em um casamento. Trata-se de um texto muito conhecido, e as pessoas costumam ter a impressão de que já se sabe tudo o que deveria sobre essa passagem bíblica. Contudo, o autor consegue nos levar a um entendimento mais completo sobre as palavras de Paulo, analisando de forma competente os detalhes do texto e as ricas aplicações que podem ser extraídas dele.

Amar como Jesus ama: um novo olhar sobre 1 Coríntios 13 é de autoria de Philip Ryken e publicado em 2018 pela Editora Vida Nova. Traduzido por Marcio Loureiro Redondo, o livro possui 272 páginas, divididas em 12 capítulos principais com guias de estudo ao final de cada um. A obra conta com o endosso de teólogos como Timothy Keller, R. Albert Mohler Jr., John MacArthur, D. A. Carson, dentre outros.

Ryken é doutor em Teologia Histórica pela Universidade de Oxford e presidente do Wheaton College Seminary. Foi pastor da igreja Tenth Presbyterian Church, na Filadélfia, e escreveu mais de cinquenta livros, como As doutrinas da graça e Rei Salomão: as tentações do dinheiro, sexo e poder, ambos publicados pela Editora Vida Nova.

O livro possui um curto prefácio do próprio autor, e inicia com o capítulo Nada sem amor, no qual expõe como o amor é uma marca indispensável de um seguidor de Cristo. Em seguida, no capítulo Amor é melhor que a vida, ele faz a relação do amor com a bondade, enfatizando a bondade divina como o alvo supremo. No capítulo 3, O amor não é irritável, ele aborda a questão da irritabilidade e a dificuldade de amar pessoas difíceis.

A seguir, no capítulo O amor e sua santa alegria, ele faz a relação entre o amor e a alegria, trazendo como texto auxiliar a passagem da mulher pecadora aos pés de Jesus na casa de Simão. Em seguida, em O amor espera, a relação feita é do amor com a paciência e as dificuldades. No capítulo 6, O amor em toda a sua amplitude, vemos como amor se expressa em humildade, serviço e doação.

Segue-se o capítulo O amor tem esperança, no qual o autor aponta a esperança como característica essencial do amor. A seguir, em O amor não é egoísta, ressalta-se o verdadeiro amor como uma entrega, exemplificando com o exemplo do próprio Cristo por nós. No capítulo 9, O amor suporta todas as coisas, novamente Cristo é colocado como o exemplo de amor ligado ao sofrimento.

Na sequência, no capítulo O amor confia, traça-se um interessante paralelo entre o amor e a fé, demonstrando como ambos estão estritamente ligados. A seguir, em O amor perdoa, vemos a clara porém difícil relação entre o amor e o perdão. O autor nos apresenta o exemplo do apóstolo Pedro, que nega o Senhor Jesus mas depois é restaurado por Ele. Por fim, no capítulo O amor nunca falha, vemos uma explanação da amplitude e força do amor de Deus pelos seus, indicando que a Consumação de todas as coisas é o marco fundamental da expressão do amor divino. Conforme Paulo afirma em Romanos 8, nada poderá nos separar do amor de Deus!

Apesar de não ter uma conclusão (o capítulo 12 tem um certo fechamento, mas falta uma conclusão de fato), o livro ainda conta com um índice de passagens bíblicas e um índice remissivo curto porém eficiente nas palavras-chave dentro do tema relacionado à passagem bíblica de 1 Coríntios 13.

Ao ler Amar como Jesus ama, você pode ter uma dúvida: esse livro se enquadra no rol dos livros teológicos e acadêmicos, ou no rol dos livros devocionais, de vida cristã? É muito interessante a forma e fluidez da escrita de Philip Ryken, um reconhecido acadêmico, porém com uma vasta experiência pastoral. Creio que essas características levam a um texto muito bem equilibrado entre a consistência bíblico-teológica e a facilidade de leitura, em diversos pontos até mesmo bem devocionais. Essa capacidade é bem resumida por Tim Keller em seu endosso:

Como de costume, Philip Ryken esconde seu profundo conhecimento teológico atrás de textos fáceis de ler. Mas as notas de rodapé revelam que ele se baseia em algumas das mais perspicazes análises acadêmicas do texto de Paulo. Ele alia tudo isso a uma experiência pastoral e a uma percepção intuitiva. O resultado é uma exposição magistral e acessível desse grande capítulo.

Diante de todas essas constatações e das palavras de Keller, creio que a conclusão dessa resenha é um pouco óbvia: o livro Amar como Jesus ama é altamente recomendado, principalmente para aqueles que desejam conhecer mais sobre esse trecho bíblico tão importante. Certamente você será acrescentado com informações teológicas relevantes, mas principalmente será edificado pela abordagem pastoral do autor, reconhecendo o amor de Deus como o padrão a ser seguido, por meio da maravilhosa exposição da Palavra de Deus.

Boa leitura!

Leia também

the-holy-spirit

O Espírito Santo e o Estudo da Palavra de Deus | Por John McAlister

Recentemente ouvi de um pastor, pregador e professor a quem muito admiro uma afirmação inquietante. …