Início / Artigos / Lucidez ou desabafo?

Lucidez ou desabafo?

comer-dinheiroEu sinceramente não entendendo a lógica financeira de alguns pastores, pastor que sou. Pedidos veementes de dinheiro; denúncias de má versação dos recursos; declarações e movimentações públicas de levantamento de fundos, que até a mais compreensiva e contemporizadora das almas duvidaria; e outras atitudes muito mais graves do que estas, põem em risco a relevância da igreja evangélica. Mas, isto ainda não é o pior.

Pior é ouvir as justificativas vazias, e ver uma multidão cansada sendo conduzida sob a batuta da ilusão, contribuir para a evolução de uma ópera dos horrores. Estou farto desta conversa sobre dinheiro! Fartoooooo! Não aguento mais esta pesca predatória; esta destruição dos terrenos do coração humano; esta pedição imoral; estas campanhas tendenciosas. Estou farto dos sofismas, das espertezas, do jeito malandro de levantar ofertas; da exposição materialista; do discurso da prosperidade; e do ar de “espiritualidade” que emprestam a tudo isto.

Cada dia que passa as dunas do meu deserto crescem mais. Sinto estar cruzando um território hostil e perigoso. Cresce o número dos mascates eletrônicos. Não sei como existem consumidores para seus produtos! Que pena que o Evangelho de Jesus Cristo está enterrado sob todo este lixo! Confesso que as vezes preciso de um estímulo extra para não perder o tônus espiritual e continuar a pregar Cristo e este crucificado. Ainda bem que Deus é cheio de graça!

Minha maior dificuldade é traduzir esta angústia em oração sem cometer o pecado de julgar. Oro para que a Igreja no Brasil seja conduzida ao arrependimento; que a cristandade tupiniquim perca o encanto pelas notas de cem, e possuída por um maravilhamento por aquele em quem todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão escondidos, vire-se e despreze com lágrimas este simulacro de igreja forjado pelo interesse e pela ganância. Oro para que o desejo de orar seja maior do que o de lucrar; que o desejo de ser santo seja maior do que o de ser feliz; e que o engajamento na missão supere a sedução do cifrão.

O dia em que tudo isto acontecer, provavelmente será a véspera da volta de Jesus!

Com amor e carinho,

Pr. Weber

Leia também

blog_006

Autoridade em sala de aula | Por Gabriel Carvalho

Provavelmente você já viu algum vídeo viralizado na internet de algum professor sendo humilhado, ironizado, …